A Melhor Maneira de Ajudar o Planeta é Evitar o Desperdício

Desperdício de água, desperdício de alimento e desperdício de energia elétrica. Todos esses desperdícios são prejudiciais ao planeta e qualquer esforço para reduzi-los contribuem com a preservação do bem comum. Todos os anos, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos vão para o lixo, quantidade suficiente que poderia alimentar 795 milhões de pessoas que passam fome. A produção do mesmo montante de comida jogada fora consome 250 km³ de água e 1,4 bilhão de hectares, quase um terço de toda terra cultivável no planeta. Em um mundo onde milhares de pessoas passam fome diariamente, é inadmissível que um terço de toda a comida acabe indo parar no lixo. Isso equivale a um desperdício de U$750 bilhões ao ano. 

desperdício
Frutas são os alimentos que mais hidratam. (Foto: Divulgação/Instituto Cidade Amiga)

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU diz respeito à erradicação da fome no mundo, à segurança alimentar, a melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável. Ficar atento à pegada hídrica dos alimentos também é uma boa ideia para se fazer escolhas inteligentes dos alimentos. Alguns alimentos demandam mais água que outros para ser produzido e, caso descartado, acaba sendo um duplo desperdício: de alimento e de água.



Desperdício de Água

A quantidade de alimento desperdiçado demandou 250 km³ de água. O sexto objetivo do desenvolvimento sustentável diz respeito à justamente essa questão, a disponibilidade e gestão sustentável da água. Segundo a mesma entidade, o consumo médio ideal para cada pessoa seria 110 litros por dia, porém, infelizmente, há pessoas que gastam muito mais que isso. De cada três quilos de alimentos produzidos no mundo, pelo menos um é jogado fora. O desperdício de alimentos e de água se relacionam, pois todo alimento precisou de água para ser feito, sendo no plantio, na lavagem ou no cozimento. E quando colocamos comida demais no prato, o restante acaba indo parar no lixo, ou seja, há uma certa quantidade de água inserida naquela comida descartada.


Origem do Desperdício

Cerca de metade desse número já é descartado nas etapas iniciais: produção, manipulação pós colheita e armazenagem. O processamento, a distribuição é o consumo são responsáveis pelo restante do desperdício. A solução apresentada no relatório da FAO para, pelo menos, reduzir esse desperdício, sugere uma maior integração entre todos os envolvidos nas etapas de produção. Essas medidas reduziriam também as estatísticas da fome no mundo, que, segundo o mesmo relatório, seria mais ou menos 800 milhões de pessoas. O projeto que partiu da Câmara dos Deputados cria uma Política Nacional da Erradicação da Fome e promoção da função social dos alimentos, com o objetivo de priorizar o alimento para o consumo humano.


Política Nacional de Erradicação da Fome


Tramita no Congresso Nacional para frear esse desperdício. Para votar na consulta pública, clique aqui.

A Política Nacional de Erradicação da Fome prevê, entre outras medidas, um cadastro nacional de boas práticas de cultivo, manejo, produção e conservação de alimentos em todas as etapas de produção e campanhas para alertar a população sobre o desperdício e o prejuízo que isso traz ao mundo. A primeira medida, aumentaria a integração entre todos os atores envolvidos com o objetivo de detectar as etapas onde o desperdício é maior e reduzi-lo. O ato de evitar o desperdício é também um ato de pensar no próximo, afinal, todos dividimos a mesma casa chamada planeta Terra.

Desperdício de Energia

Outro tipo bem cotidiano de desperdício é o de eletricidade. O desperdício de energia elétrica pode sobrecarregar as redes de transmissão e causar incêndios, portanto é necessário que tenhamos consciência ao usarmos a eletricidade. A cada ano, o consumo de energia elétrica aumenta drasticamente, tanto pelo aumento populacional como pela incorporação de novos eletrodomésticos. Sabemos que, no Brasil, estabelecimentos comerciais e residenciais são responsáveis por 42% do consumo total da energia gerada



No fim, qualquer tipo de desperdício (água, energia ou comida) acaba acarretando gasto desnecessário de dinheiro e danos ao meio ambiente. Para minimizar o consumo desses recursos, vale a pena fazer um planejamento para não comprar coisas demais, fazendo uma lista para o supermercado ou tomando banhos rápidos para economizar água



Se inscreva no Youtube, siga no Google Plus e curta a Fanpage do blog no Facebook para ser notificado das últimas postagens e siga também no Twitter.

Postagens mais visitadas deste blog

[Data Comemorativa] Dia Mundial da Água

Raios UVA, UVB, Vitamina D, Protocolo de Montreal e Buraco na Camada de Ozônio

O que são Eventos Extremos?

30 Anos do Desastre de Chernobyl

Problemas com Chuvas e Tempestades: Queda de Árvores