[Sustentabilidade] Temer Confirma Veto a Incentivo do Carvão Mineral

O presidente Michel temer comunicou nesta quinta-feira (10/11) que vetará o incentivo ao uso do carvão mineral para a geração elétrica, incluída na Medida Provisória 735/2016, aprovada pelo Senado Federal no dia 19 de outubro. A medida vai contra os compromissos ambientais estabelecidos no Acordo de Paris.

carvão mineral
Fábricas movidas a carvão mineral são as que causam pior impacto ao meio ambiente.


O parecer do Ministério do Meio Ambiente enviado à Presidência da República destaca: “o incentivo ao uso do carvão mineral pode colocar em risco o alcance dos compromissos assumidos pelo Brasil e está na contramão da tendência mundial de busca de uma trajetória de desenvolvimento de baixa emissão dos gases do efeito estufa.”

Não é só o agravamento do aquecimento global que preocupa, mas sim porque o carvão é o combustível fóssil mais poluente, e um relatório da Organização Mundial da Saúde estima, que 7 milhões de pessoas morreram anualmente por causas associadas a qualidade do ar. Nesse contexto,a preocupação não seria apenas fatores climáticos, mas também um caso de saúde pública.

A lista de substâncias poluentes prejudiciais à saúde derivadas do carvão são: monóxido de carbono, enxofre, metano, óxidos de nitrogênio, material particulado, mercúrio, dioxinas e furanos.

Hoje em dia, com toda a certeza, há fontes mais eficientes de energia, visto que o carvão brasileiro é o mais poluente e o menos eficiente. De acordo com dados da Empresa Brasileira de Energia do Ministério de Minas e Energia, o uso do carvão não chega a 1% da matriz brasileira. Ambientalistas preocupam-se com a possibilidade de elevar essa porcentagem, caso incentivos ao uso do carvão sejam adotados.

Postagens mais visitadas deste blog

Identificação Civil Nacional (ICN)

Temer entrega ratificação do acordo do clima de Paris na ONU

[Vamos Apoiar] 10 Medidas Contra a Corrupção