Precisamos de uma Nova Cultura Baseada no Consumo Consciente

Já percebemos que a atual modelo de consumo não está dando certo e que só está agravando os impactos ambientais. Na história da humanidade, houve um tempo que o ser era mais importante que o ter. Hoje em dia, parece que quantos mais bens materiais a pessoa possui, mais importante ela supostamente é. Se continuarmos no mesmo caminho, o mundo se tornará um lugar cada vez mais carente de recursos naturais, com menos diversidade e com mais pessoas pobres de espírito.

PRECISAMOS DE UMA NOVA CULTURA BASEADA NO CONSUMO CONSCIENTE
Um cômodo inteiro passou a desempenhar o papel de armário, ganhando
o nome de 'closet'. Em outras palavras, a demanda por espaço aumentou.


Inspiração

O artigo de hoje será inspirado no livro Mundo Sustentável 2: Novos Rumos Para um Planeta em Crise de André Trigueiro, mais especificamente no capítulo intitulado 'Closet: o santuário do consumo moderno', onde ele fala que na sua infância o luxo era ter armário embutido, pois era prático e não ocupava espaço. Hoje em dia, os valores mudaram e as crianças nem sabem mais o que é armário embutido. Um cômodo inteiro passou a desempenhar o papel de armário, ganhando o nome de 'closet'. Em outras palavras, a demanda por espaço aumentou.


Diferença Entre Consumo e Consumismo

O consumo é benéfico e favorece a vida. Todos nós temos necessidades básicas de alimentação, de nos vestir... Mas o problema começa quando essas necessidades se tornam desejos e não conseguimos controlá-lo. Passamos a ser pessoas consumistas, o que acaba tendo seu lado negativo. Em consumismo, o sufixo 'ismo' alude ao desperdício e ao excesso de bens materiais, mas, em um mundo com tantos problemas ambientais, isso seria correto?!. Se pensarmos que tudo o que compramos possuem 'pedaços de natureza' e se todas as pessoas fossem consumistas, o mundo já teria acabado.

Injustiça

No mundo, apenas uma minoria rica - aproximadamente 20% da população - consome a maior parte dos recursos naturais - aproximadamente 80%. Então a maioria pobre, teria que se contentar com o restante dos recursos naturais. Essa é uma das grandes injustiças do mundo com a qual devemos conviver diariamente. É como eu disse em um artigo meu, o mundo é predatório. Espero que pouco a pouco a sociedade vá se dando conta disso e em algum futuro próximo a coisa mude. O blog vai fazendo sua parte conscientizando a população.

Leia a segunda parte do artigo clicando aqui.

Postagens mais visitadas deste blog

Identificação Civil Nacional (ICN)

[Mudanças Climáticas] Delegação Brasileira Avalia a COP 22

[Sustentabilidade] Acordo de Kigali