Globalização e Seus Efeitos

Apesar dos possíveis efeitos no campo social e político, a dimensão da globalização que mais avançou foi certamente a econômica. Como não podia deixar de ser, as transformações por ela - globalização - trazidas tiveram consequências profundas sobre a forma de produção, comercialização e acarretaram mudanças na maneira como se organizam as empresas.

globalização e seus efeitos
A revolução tecnológica, ocorrida a partir dos anos 1990, torna o
cenário global totalmente distinto do que era feito anos antes.

Leia também:

Revolução Tecnológica

A revolução tecnológica, ocorrida a partir dos anos 1990, torna o cenário global totalmente distinto do que era feito anos antes. Uma das principais diferenças entre as duas épocas está na nova divisão internacional do trabalho. A combinação de inovações nas áreas de transporte e comunicações mais as reduções tarifárias, permite que as empresas fragmentem sua produção. Novas tecnologias trouxeram novas facilidades e mudaram completamente nossa maneira de viver no século XXI, completamente distinta do que vivíamos no século XX.

Divisão Internacional do Trabalho

Conhecida pela sigla DIT, essa divisão é a distribuição da produção econômico-industrial internacional, ou seja, cada país fica responsável por uma atribuição do comercio mundial. Considerando que é impossível um único país produzir todas as mercadorias, dividem-se os campos de especialização produtiva entre as diferentes nações. Empresas passam a comprar ou produzir insumos nos locais onde isso é feito de forma mais eficiente. Isso leva a certa especialização baseada nas vantagens comparativas de cada nação. O resultado disso tudo é a formação de cadeias produtivas globais, nas quais as atividades passam a ser alocadas onde puderem ser exercidas pelos menores custos.

Multinacionais

Uma das características mais relevantes da globalização é a ascensão de multinacionais, com presença em vários países. Muitas empresas passaram a ser, pela primeira vez na história, realmente globais. Esse movimento, combinado com a liberalização e intensificação dos fluxos financeiros internacionais, compõe a face mais conhecida da globalização. Geralmente, as sedes das multinacionais se localizam em países desenvolvidos, com filiais em países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. A grande vantagem de possuir uma filial de uma grande empresa em seu país é a possibilidade de atrair investimentos e grandes fluxos de capitais.

Fonte: Brasil Escola

Postagens mais visitadas deste blog

Identificação Civil Nacional (ICN)

[Mudanças Climáticas] Delegação Brasileira Avalia a COP 22

[Sustentabilidade] Acordo de Kigali